Dores de Barriga – Causas, sintomas e tratamentos

Muitos elementos afetam a razão de uma dor de estômago. Entre eles, comer variedades de alimentos gordurosos ou com alto teor de açúcar pode ser o mais amplamente reconhecido.

De qualquer forma, quando a dor na barriga é extremamente grave ou continua por mais de 2 dias, é indicado procurar um gastroenterologista para reconhecer o motivo e iniciar o tratamento adequado.

Muitas pessoas confundem úlceras com dor de barriga. Algumas pessoas até vão à farmácia comprar misoprostol, mas quando indagam os farmacêuticos, os mesmos informam que o ideal é antes de qualquer atitude, procurar um médico. 

Aqui estão alguns propósitos, efeitos colaterais e medicamentos para vários tormentos estomacais:

1. Gás exorbitante

Gases gastrointestinais exorbitantes são o principal fator de desconforto estomacal, particularmente em indivíduos que experimentam os efeitos nocivos da paralisação. No entanto, o gás digestivo também pode surgir quando você tem um problema gastrointestinal, como entranhas mal-humoradas ou intolerância à lactose, bem como quando você come uma tonelada de variedades de alimentos como ovos, feijão, leite ou refrigerantes.

O que parece: apesar de uma sensação horrível na barriga, o excesso de gás também pode causar inchaço no estômago, indigestão, sensação de conforto no peito ou arrotos regulares.

O que fazer: converse com um especialista específico.

2. Assimilação infeliz

Como a abundância de gás, a má assimilação também é um problema excepcionalmente normal, acontecendo quando você mistura variedades de alimentos de forma errada ou quando você come alimentos ricos em proteínas ou açúcar em excesso.

O que você sente: É normal encontrar diferentes efeitos colaterais como indigestão, arrotos sucessivos, sensação de estômago cheio e lentidão desordenada.

O que fazer: converse com um especialista específico.

3. Estresse Exorbitante

Problemas mentais causados ​​por pressão exorbitante, como miséria ou fadiga, podem ajustar o funcionamento do quadro gastrointestinal, causando desconforto estomacal que pode ser confundido com problemas estomacais ou digestivos.

O que você sente: diferentes sinais, por exemplo, intestino solto, obstrução, doença, desejo diminuído, problemas para descansar ou tormento muscular podem aparecer.

O que fazer: converse com um determinado especialista.

4. Gastrite ou úlcera gástrica

A irritação do revestimento do estômago, conhecida como gastrite, ou a presença de uma úlcera podem causar um tormento extremo na barriga, particularmente após comer ou comer variedades de alimentos excepcionalmente quentes ou gordurosos.

O que você sente: apesar do extraordinário tormento no local do estômago, sensação regular de enjôo, perda de fome, vômito e sensação de estômago inchado são normais.

O que fazer: quando o agravo for extremamente grave, deve-se aconselhar um gastroenterologista a realizar exames mais inequívocos, por exemplo, endoscopia para avaliar a presença de úlcera, por exemplo.

Algumas pessoas após comprar sibutramina relataram que começaram a sentir dores na barriga, mas o mesmo é exatamente para combater úlceras e problemas na barriga. 

5. Refluxo gastroesofágico

O refluxo acontece quando o conteúdo ácido do estômago avança para a garganta, causando perturbação e irritação da cobertura desse órgão. Esse problema é mais normal em indivíduos com hérnia de hiato, excesso de peso, diabéticos ou fumantes, mas pode ocorrer em qualquer indivíduo ou adulto por causa de diferentes problemas como alterações no estômago ou esgotamento gástrico retardado, por exemplo.

O que parece: O agravamento normalmente começa na boca do estômago e é acompanhado por uma sensação de desgaste na garganta, arrotos regulares, azia, hálito horrível ou um inchaço na garganta. Esses efeitos colaterais podem piorar quando você se vira ou quando descansa logo após comer.

O que fazer: aconselhe um especialista e tome a medicação sugerida pelo gastroenterologista.

6. Prejuízo de lactose ou glúten

Preconceitos alimentares, como lactose ou glúten, acontecem quando o organismo não consegue processar essas substâncias, causando irritação de todo o quadro gastrointestinal, provocando resumidos tormentos e incômodos após as ceias, principalmente ao ingerir variedades de alimentos como pão, macarrão, cheddar ou leite.

O que parece: O agravamento é tipicamente resumido e acompanhado por diferentes sinais, como uma barriga dilatada, intestinos soltos, excesso de gases, sensibilidade ou arfar. Além disso, a longo prazo, pode ocorrer redução de peso e perda de volume.

O que fazer: se ocorrer a ocorrência de intolerância de pensamento, aconselhe o gastroenterologista a confirmar a análise e iniciar o tratamento adequado. Nesses casos, todas as variedades de alimentos com a substância à qual você tem preconceito devem ser mantidas afastadas.

7. Intestino irritado

O distúrbio do intestino sensível é um problema que causa o agravamento do revestimento do sistema digestivo, que pode não ter um motivo específico ou ser causado por excesso de estresse ou reatividade a alguns alimentos, por exemplo.

O que parece: É normal encontrar dores de estômago com problemas sérios, abundância de gases e frouxidão dos intestinos espalhados com bloqueio.

O que fazer: Um gastroenterologista deve ser aconselhado a confirmar a determinação e iniciar o tratamento adequado. Em situações em que é possível reconhecer o que está causando os efeitos colaterais, mantenha-se afastado desse alimento ou circunstância.

8. Problemas com o útero ou ovários

O surgimento de problemas no útero, como irritação ou endometriose, bem como alterações nos ovários, como bolhas, por exemplo, são um dos principais causadores de dor na barriga das mulheres.

O que parece: Normalmente, esse tipo de agravamento é consistente e não sólido, mas pode causar drenagem externa do período feminino ou ciclo mensal imprevisível, por exemplo.

O que fazer: converse com um determinado especialista.

9. Problemas na vesícula biliar ou no pâncreas

Alguns problemas mais significativos que surgem na vesícula biliar e no pâncreas, como pedras ou irritação, podem causar extrema agonia na parte superior do intestino que se deteriora a longo prazo ou fica mais extraordinária após o jantar.

O que você sente: apesar do tormento grave, diferentes efeitos colaterais, por exemplo, febre, aumento da barriga, enjôo, regurgitação, intestino solto ou fezes amarelas podem aparecer.

O que fazer: converse com um determinado especialista.

10. Vermes digestivos

Embora os vermes gastrointestinais sejam extremamente normais, principalmente nas pessoas que se inclinam para fontes de alimentos intrigantes, o tormento é geralmente um efeito colateral mais extraordinário, parecendo quando os vermes estão produzindo há algum tempo.

O que fazer: aconselhar um gastroenterologista a tomar um medicamento para vermes como o albendazol ou o mebendazol, por exemplo.

11. Doença gastrointestinal ou estomacal

A dor de barriga raramente é uma indicação de crescimento maligno, no entanto, fases mais desenvolvidas da doença no interior ou no estômago podem causar uma agonia consistente que é difícil de retratar.

O que parece: em casos de crescimento maligno, o agravamento é muitas vezes acompanhado por diferentes efeitos colaterais, como sangue nas fezes ou regurgitação, fezes extremamente escuras, sensação consistente de grandeza no estômago ou no bumbum, sonolência sucessiva ou peso redução por razões desconhecidas.

O que fazer: Quando se pensa em crescimento maligno, principalmente devido a antecedentes familiares de doença, é prudente aconselhar um gastroenterologista.

Deixar uma resposta